ética, filosofia, Humano, Sem categoria

Eli e o Aborto

feto

Por que sou a favor da descriminalização do aborto

Eli Vieira é inteligente e honesto como sempre neste texto que escreveu para o Spotniks. Eli é um dos blogueiros que eu mais admiro, tem um currículo acadêmico invejável, e escreve muito bem; sou seu mero discípulo.

Mas nem por isso sou obrigado a concordar com 100% do que ele diz, e nem acredito que um secularista legítimo como o Eli iria querer ser idolatrado por um banana que o trata como líder de culto que jamais pode ser contrariado. E na questão de aborto, eu discordo dele, sou totalmente favorável à legalização do aborto até os 5 meses de idade, por qualquer motivo, ao contrário dos 3 que Eli e a maioria dos secularistas acreditam ser o limite justo. Vou explicar em dois pontos:

  • O feto, aos 3 meses, possui um sistema nervoso ativo, certo. Um sistema nervoso igual ao de um humano adulto, igual ao da mãe, ou mesmo igual ao de uma criança? Não. O que ele possui é basicamente um esboço de um cérebro humano que não possui quase nenhuma de suas faculdades, nem as mais elementares. Não é nem próximo ao cérebro de um deficiente mental ou de uma criança pequena, e ainda está longe de ser mesmo o cérebro de um bebê. Na verdade, até este ponto, os embriões de diferentes animais são muito parecidos, inclusive com os de um humano. Mesmo dois meses depois, já às 20 semanas de gravidez, os hemisférios cerebrais ainda estão apenas começando a se diferenciar. Ou seja, não é um cérebro humano propriamente dito, que seria necessário para caracterizar um humano, nem nunca foi: Neste estágio o feto não possui raciocínio, memórias, desejos, valores… E nunca teve. Diferente, por exemplo, de um cadáver ou de um paciente em coma, que possuem uma história como humanos e merecem respeito e empatia de acordo. Por isto eu não acredito que os interesses do feto devam ser tratados com igualdade quando em conflito com os da mãe, não da mesma maneira como os direitos de dois adultos seriam respeitados igualmente em uma disputa num tribunal. Aliás, não há qualquer evidência que um feto de 5 meses sequer tenha interesses.
  • O Eli deixou bem claro que o feto é apenas um ser humano em potencial, como um espermatozoide ou óvulo. Mas tem mais: É um ser humano em potencial que só pode continuar “vivo” e se tornar um ser humano de fato (nascendo) se continuar ligado ao corpo da mãe: Até os 5 meses, é impossível o bebê ser parido e continuar a crescer, nem de maneira totalmente artificial, numa incubadora, nem no melhores hospitais do mundo. Ou seja, ele é muito mais próximo com um órgão da mãe do que com uma pessoa, e ela deveria ter o direito de retirá-lo se desejar, como faria com um apêndice inflamado.

O argumento do violinista é falho, pois o violinista (ou qualquer ser humano de qualquer ocupação) já nasceu faz tempo, possui um cérebro com todas as faculdades de um cérebro humano, e possui desejos e aspirações iguais aos da pessoa ao qual foi ligado, ao contrário do feto.

Dito isso, gostei do texto de Eli que ele deixou claro como aborto nunca é uma decisão fácil para a mãe, ao contrário do que certos conservadores mau-caráter dizem (inclusive o Pondé uns anos atrás, hoje ele está mais light), falam como se aborto fosse uma coisa que feministas radicais fazem com orgulho, fazendo festa e celebrando sua independência sobre o próprio corpo. Não é, é sempre duro para a mulher e a família, muitas mulheres que são contra o aborto, e não tem nada de feministas, o fazem mesmo assim, com pesar, e deveríamos ter mais compaixão e com estas mulheres quando tomam esta decisão difícil, ao invés de chamá-las de assassinas desalmadas, o que elas efetivamente não são.

Anúncios
Padrão
Sem categoria

Computações Anômalas 3.0

É com muito orgulho que inauguro a versão 3.0 do blog Computações Anômalas.

Explico: Migrei para a conta premium do WordPress. O problema é que a conta Premium vale apenas para um site, então eu estou descontinuando o outro, Computações Geek, mas lógico que continuarei a escrever sobre tecnologias e afins, mas agora isto é uma categoria do blog Comptuações Anômalas, junto da outra categoria, Filosofia, que engloba quase tudo mais.

Também criei mais algumas subcategorias, para tentar deixar a coisa tão organizada quanto possível.

Enjoy.

Padrão
saúde, trivialidades

Papo furado: Chinelo e Protetor Solar

Em consequência de queimaduras graves que sofri nos pés, por culpa do mesmo astro que fez Mesault ter matado um árabe na praia, agora ando com eles enfaixados, e achei o chinelo de dedo ruim para usar na minha condição. Então comprei um chinelo “padrão”, com sola bem reforçada, desses com uma única tira ampla de plástico ou borracha sobre o pé, e a ponta do pé à mostra. Tem de várias marcas, como Adidas e Raider, sem falar das mais genéricas. É bem confortável, pretendo continuar usando, mesmo quando minhas queimaduras tiverem sarado.

Mas agora eu tenho que questionar as pessoas que usam Crocs dizendo que isto se justifica pelo seu conforto. Na boa, use um chinelo de borracha normal: É no mínimo tão confortável quanto (eu não imagino como poderia ser mais) mas não custa a sua dignidade.

Eu errei feio ao não seguir o conselho desse vídeo:

Mas acertei ao seguir o conselho deste:

Padrão
Aplicativos, geek, Internet, Segurança e Privacidade

Telegram: É Hora de Mudar de Perspectiva

telegram-logo

O Telegram é melhor que o WhatsApp em quase todos os aspectos. As funções “novas” que vejo aparecerem no WhatsApp e outros aplicativos são imitações do que o Telegram já tem há muito tempo. E os stickers, marca registrada do Telegram e uma das funções mais divertidas do aplicativo, que a Apple comprou e agora está vendendo para os usuários do iMessage por um dólar por pacote , enquanto continuam de graça no Telegram…

Uma de suas maiores vantagens é que é multidispositivo, de verdade, não aquela gambiarra tosca do WhatsApp Web. Tem um cliente Telegram para quase toda plataforma, até porque a API é aberta, e a organização Telegram LLC sempre encorajou programadores a desenvolverem clientes não oficiais (tem até pra BlackBerry). As mensagens são mandadas com muita velocidade e com extrema segurança, garantida pelo protocolo MTProto. Apesar de todo ceticismo que o cerca, nenhum criptógrafo conseguiu achar uma falha no MTProto que pudesse ser usada para um ataque. Ficam salvas na nuvem por padrão, mas, ao contrário do que já li em muitos lugares, isto não significa que não são criptografadas, apenas que não são criptografadas ponta-a-ponta, mas ficam criptografadas nos servidores do Telegram, que ficam em vários países, em locais secretos, as chaves para criptografia e os arquivos ficam sempre em jurisdições diferentes.

Até hoje, jamais entregaram dados a governo nenhum, nem a empresa nenhuma, e alegam que qualquer pedido de entrega de dados é jogado no lixo. O Telegram LLC não divulga o endereço de seus escritórios, e Pavel Durov (o “dono” do Telegram) e seu grupo de programadores vivem nomadicamente, tudo para evitar assédio de autoridades. Sem dúvida, o serviço de nuvem mais seguro do mundo, tanto contra governo quanto contra crackers, e basicamente o máximo de segurança que você pode ter com a conveniência de ter as mensagens na nuvem, acessíveis em vários dispositivos. Mas se você não confia nestes servidores, ou não usa vários dispositivos, use o chat secreto.

E você pode mandar qualquer tipo de arquivo pelo Telegram (ao contrário do WhatsApp, que só aceita alguns formatos, como PDF e DOC), de no máximo 1,5 GB cada, mas sem limite  no número de arquivos ou no tamanho total da sua nuvem. E você pode mandar mensagens para si mesmo, tendo, ao mesmo tempo, um bloco de anotações e uma nuvem pessoal ilimitada.

Só isso já derruba o argumento que eu ouço de quase todos quando ofereço o Telegram (pra que eu vou usar isso se ninguém mais usa?). Tenho uma nuvem pessoal ilimitada. Ah, um ótimo jeito de não perder seu carro no estacionamento é, ao estacionar, mandar a sua localização para si mesmo pelo Telegram. Ele também oferece grupos bem maiores que os do WhatsApp e tem mais recursos, como fixar mensagens, à moda dos bons e velhos fóruns BBCode. Também tem a função de canais, que é como um Twitter, mas sem limite de caracteres.

Mesmo sem a nuvem pessoal, a ladainha de “ninguém usa” estaria errada. Mude esta perspectiva: O Telegram é grátis e você não precisa optar entre ter ele ou o WhatsApp em seu celular, pode perfeitamente ter os dois. E se ao invés de dizer “ninguém usa” e continuar usando o aplicativo pior, você instalar o Telegram  e disser aos seus amigos para fazerem o mesmo? Se você tiver 5 amigos, pelo menos já tem 5 contatos com os quais falar no Telegram, o WhatsApp fica pros demais. Parece que ninguém quer criar uma corrente, como se fosse demais pedir a alguém para instalar um app grátis no celular.

Eu disse que ele é melhor que o WhatsApp em quase todos os aspectos porque o WhatsApp conta com chamadas de áudio e vídeo. E o que me deixa perplexo é que essas funções, que literalmente são as únicas coisas que o WhatsApp tem e o Telegram não, ninguém usa! As pessoas falam cada vez menos ao telefone, e, quando falam, parece que ignoram a chamada de voz do WhatsApp e usam o telefone convencional. E chamada de vídeo é mais ignorada ainda… Uma lástima. As poucas pessoas que fazem videoconferência, normalmente para trabalho, usam Skype. Mas mesmo se você quiser estas funções, o melhor aplicativo para você é o Wire, aplicativo multiplataforma (desktop e mobile) feito por uma equipe liderada por um ex-funcionário do Skype, e é para o Skype o que o Telegram é para o WhatsApp, melhor em qualidade de som e vídeo, e mais ainda em questão de privacidade e segurança em geral. Mesma coisa que o Telegram, ao invés de reclamar que ninguém usa, comece um círculo virtuoso, ao invés de alimentar um vicioso.

Por fim, fique com esta mensagem do próprio Telegram, sobre como eles tratam os seus dados:

telegram

Padrão
farsas, saúde

Glúten

pao

Uma dica para você, e eu consultei uma médica antes de escrever, e uma médica que se preocupa muito com nutrição, diga-se de passagem:

Dieta “gluten free” ou livre de glúten é útil APENAS se você for alérgico a glúten. Apenas neste caso, começa e acaba aí. Glúten não faz mal algum para quem não é alérgico, a história de que faz mal e deve ser evitado por todos é mito.

Se for fazer uma dieta para melhorar sua saúde ou emagrecer, faça outra.

Padrão
geek, Internet, Segurança e Privacidade

Telegraph

http://telegra.ph

Esta é uma novidade do Telegram. Boa para quem quer publicar textos na internet da forma menos burocrática e sem censura possível. Não tem cadastro e login, mesmo.

A página é literalmente o mais minimalista possível, mais minimalista que a página do Google dos anos 90, escolha um título, um nome de autor (se quiser) e escreva o texto na terceira caixa de texto. Opcionalmente, pode incluir fotos e vídeos.

Exemplo: http://telegra.ph/Fa%C3%A7amos-um-teste-11-26

Pode não ser bom para quem for um escritor mais costumaz e quiser uma ferramenta mais organizado, como eu, mas as possibilidades de uso são ilimitadas. Também não é possível garantir a autoria dos textos, mas acho que dá para contornar este problema, se for uma preocupação, assinando o texto com uma chave PGP, por exemplo.

Só leva um puxão de orelha por não oferecer https.

Padrão