Empresas, Empresas, geek, Segurança e Privacidade, Sem categoria

A Apple é Ruim?

image

Antes de ler aqui, recomendo assistir este vídeo do Nerdologia: https://www.youtube.com/watch?v=WzYXU2b_6cM

É verdade, as empresas não são sua família nem suas amigas, e nem acho que seja papel delas serem. Mesmo assim, acho que empresas, como pessoas, possuem pontos positivos e negativos, e a Apple não é diferente. Cada usuário deve avaliar friamente estes pontos positivos e negativos quando vai escolher sua máquina.

O que a Apple tem de ruim acho que a maioria das pessoas já sabem: Subcontratam legiões de funcionários chineses em condições de semiescravidão para fabricar seus aparelhos, praticam, em sua própria sede, assédio moral, dentre outras práticas condenáveis (o próprio Steve Jobs era fã disso, típico chefe que ninguém suporta), cobra preços altíssimos por aparelhos simplesmente pela marca, seus sistemas operacionais são limitadíssimos, não dão liberdade ao usuário…. Eles até usam padrões estranhos de parafuso em seus dispositivos para dificultar o trabalho de assistências não autorizadas. A lista é longa.

Mas será só isso?

Eu vou dizer que realmente não acho que valha a pena ter um iPhone ou um iPad, para quase nenhum perfil de usuário. Neste caso, realmente, trata-se simplesmente de pagar caro pela marca. O sistema é muito limitado, não é possível nem mesmo trocar arquivos livremente por USB com o PC, instalar aplicativos da fonte que você quiser (a não ser que você faça um jailbreak, que é arriscado e invalida garantia). Até pouco tempo atrás, não sei se ainda é assim, não dava nem para trocar arquivos com Bluetooth com outros celulares, porque Steve Jobs estava mais preocupado com proteger direitos autorais do que permitir mais liberdade de uso aos seus clientes. Ah, acredita que no Telegram para iOS os canais de pornografia são censurados?

Quanto aos computadores iMac e MacBook, estes realmente valem a pena. Porque o hardware é de altíssima qualidade, durável, demora para ficar obsoleto, e o macOS (até pouco tempo atrás chamado OSX) é um sistema operacional Unix sólido, seguro, mas tão livre quanto qualquer Unix. Ao contrário do iOS, pode instalar programas de onde quiser (inclusive piratas), mexer nos arquivos do sistema, ou fazer qualquer coisa, além de possuir suporte a aplicações comerciais como Office, Photoshop, e AutoCAD. Mesmo os jogos, que eram o calcanhar de aquiles do Mac, agora já estão disponíveis em grande número. O preço de um Mac é realmente caro (começando em 7mil reais) por isto eu acho que vale mais a pena comprar um usado, ou mesmo viajar aos EUA comprar um (pasme, sai mais barato). O MacBook é o computador de escolha do hacker Moxie Marlinspike, da Open Whisper Systems, organização que fez o protocolo de mensagens seguras Signal.

Falando nisto, a Apple tem uma reputação muito melhor em proteger a privacidade dos usuários do que Google e Microsoft, chegando até a se recusar a colaborar com o governo americano para quebrar a criptografia do iPhone de uma terrorista, o que não seria possível fazer sem comprometer a criptografia de todos os usuários de iPhone. A Microsoft, em especial, é a pior nesse aspecto, nenhuma empresa ajudou tanto a NSA a quebrar a privacidade dos usuários.

Acusam muito a Apple de praticar a “obsolescência programada”, que é quando as fabricantes deixam de oferecer suporte aos seus aparelhos para forçar os consumidores a comprarem novos. Todas tem um pouco de culpa nisso, e a Apple também, mas não é das piores. Os Macs, iPhones e iPads recebem atualizações por longos períodos, o iPad 2, por exemplo, lançado em 2011, recebeu atualização ainda neste ano para iOS9, não que eu ache que por isto valha a pena comprar um. Acho que uma grande parte das acusações de obsolescência programada é por ignorância técnica. Se um computador de 10 anos atrás roda com lentidão um sistema operacional moderno, isto não se trata de uma conspiração da fabricante para as pessoas comprarem mais, mas simplesmente porque sistemas novos exigem mais memória e poder de processamento para novos recursos. Chega a ser ridículo exigir que ele funcione com o mesmo desempenho de sempre. Algumas fabricantes de Android oferecem suporte por mais tempo que outras (a Samsung é a pior neste sentido), mas a liberdade dos aparelhos feitos para Android significa que você pode instalar roms customizadas e se manter atualizado mesmo após o fabricante abandonar o aparelho.

A segurança é outro ponto forte dos Macs: Como todos sabem, malwares para Mac são raros, e o sistema tem muito poucas brechas que possam ser exploradas por crackers, muito menos que o Windows. É verdade que você pode ter uma segurança parecida usando Linux, que hoje em dia é muito mais fácil do que costumava ser. O problema do Linux para usuários pouco experientes é que quando dá alguma encrenca no Linux, você não tem suporte dedicado, apenas fóruns cheios de caras muito babacas que praticamente vão exigir para você resolver o problema sozinho antes de mexer um dedo para te ajudar (é verdade que o pessoal do Ubuntu é bem mais sipático que a média). Também há muito pouco suporte para aplicações comerciais, e para muitos usuários, as soluções livres não bastam. Em geral, as distribuições Linux não são tão estáveis, bonitas, nem oferecem uma experiência de uso tão agradável quanto o macOS.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s