Sem categoria

Filosofia Bovina e a Loto

Desculpe o humor aqui, estive tentando instalar Mac OS num PC (propositalmente). Enfim,

A figura mais patética que já apareceu travestida de “filósofo” é Mário Sérgio Cortella. Sempre com seus eloquentes discursos para entregar a velha ladainha moralista redeglobense, pra deixar o povo quieto e bem comportado. Aliás, fica a dica, citar frases em latim gratuitamente é prova incontestável de mau-caratismo.

Mas como estou com pressa, pois preciso dormir, vou expor apenas uma de suas pérolas: O bilhete de loteria. Em um de seus patéticos livros de autoajuda para peão (existe outro tipo de autoajuda?) ele diz que a atitude de quem ganha na loteria e deseja “sumir” é  egoísta e condenável. Claro, sr. Cortella! No dia que eu ganhar na loteria, a primeira coisa que eu vou pensar é em como vou usar aquele dinheiro para atender as necessidades daquele meu parente do interior que só lembra que eu existo no natal! isso sem falar daquele meu colega de classe ou do trabalho que ficou fofocando pelas minhas costas o ano todo, esse vai ganhar até carro importado! E só um monstro esqueceria de deixar uma boa grana pro porteiro que normalmente só te diz “bom dia” sem nem olhar na sua cara!

Aliás, se algum dia ganhar na loteria, me avisa que eu passo o número da minha conta em Liechtenstein, assim você pode ser ético como manda o Cortella . Boa noite.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s