gadgets, geek, internet, Sem categoria

Computações Geek: Android TV, era melhor um Chromecast

O que eu comprei, na verdade, não é um Android TV. O sistema operacional,

na verdade, é um Android de tablet personalizado para funcionar em um

minicomputador com um monte de portas usb. O vendedor foi desonesto por ter

anunciado um aparelho com Android 5, quando na verdade o que vem instalado

é o 4.4 Kitkat. E nem sonhe que essa gambiarra algum dia receberá uma

atualização. Lembre-se: Aparelhos desatualizados na rede da sua casa são um

risco à sua segurança e privacidade.

Quão bem ele funciona?

Tão bem quanto você esperaria de uma caixinha de R$200. Está ok se o que

você precisa for só de um dispositivo para tocar vídeos e músicas de um

pendrive. E o pendrive ou hd extremo é altamente necessário, visto que a

memória interna do aparelho é desprezível.

Surpreendentemente, ele faz resolução 4K. Uau. Mas não vá esperando que

você vai assistir o Netflix em 4K com ele, não vai rolar, o Netflix só

libera 4K para certos aparelhos específicos. Também é notável que ele tem

um desempenho sofrível, e não dá pra fazer streaming de torrents (leia-se

popcorn time) nele, fica fazendo buffering eternamente. Eu também não

confiaria nele para fazer streaming de vídeos do computador ou celular por

DLNA.

O fato de o Android ser de tablet é um problema, pois significa que não

necessariamente os aplicativos vão funcionar com o controle remoto. Nos que

eu testei, ter um mouse conectado é absolutamente necessário para conseguir

usar. O YouTube também oferece uma resolução menor quando está rodando em

um dispositivo móvel.

Vale a pena?

Não. Todas as TVs modernas tem função de ler arquivos de vídeo de um

pendrive, apesar de algumas (por exemplo as da Sony) não lerem legendas.

Por mais ressalvas que eu tenha às SmartTVs, esta é uma função extremamente

básica que todas fazem relativamente bem. Se nem a sua TV nem os

dispositivos (dvd/bluray) ligados nela tiverem essa função (ou não lerem

legendas), o Chromecast é literalmente melhor em tudo do que o Android TV

falseta.

Em especial, ele resolve o problema do software de fábrica ficar obsoleto,

e de você depender do fabricante para ter aplicativos novos. E não precisa

passar as coisas para pendrive, sendo que ele transmite direto do seu

computador ou celular. E se você for obcecado por ter um controle remoto à

moda antiga, o Chromecast agora reconhece o controle da TV. Legal.

Sério, Google, agora só libera o 4K, por favor.

Ou talvez seja melhor investir numa placa de vídeo que faça resolução 4K…. É, o cabo HDMI ainda é a melhor opção. Para quem não tem medo de fios.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s