Caros, hoje venho propor-lhes ativismo. Mas não se assuste, o que eu venho
propor é realmente simples, simples mesmo, não apenas não será
inconveniente para a sua vida, não exige nenhum sacrifício ou trabalho,
como na verdade será mais conveniente e poupará tempo do seu dia. Defenda
uma causa que lhe interessa e ainda saia ganhando.

O horrendo oligopólio das telecons do Brasil, essas porcarias caquéticas,
obsoletas, regidas por leitões gordos que enriqueceram com a falta de opção
dos consumidores reféns, tentou, em conluio com a cretina Anatel, impor
planos limitados de Internet no Brasil. Isso é inaceitável.

Ao contrário do que os cretinos alegam, franquias não são tendência
mundial. Tendência mundial são vídeos em HD e 4K. Tendência mundial são os
compartilhamentos em redes sociais, os grupos do Whatsapp e Telegram, os
blogs, o Twitter, os filmes e séries da Netflix, os Youtubers, a Wikipédia.
Ao invés da tv, com conteúdo emburrecedor escolhido por diretores
corruptos, na Internet você escolhe o que você vê, na hora que for
conveniente, a preços baixos ou de graça . A internet é um meio em que as
pessoas podem se expressar livremente, sem precisar de contatos ou de muito
dinheiro.

Limitar a internet é um ato flagrante de agressão à liberdade de expressão.
O que a Anatel quer fazer é um crime. Querem um mundo em que você vai ficar
com receio de assistir o novo vídeo do seu Youtuber favorito, ou a nova
temporada da sua série favorita, porque está com medo de estourar a cota do
mês. Até mesmo baixar atualizações para o seu celular seria algo que você
teria que fazer com cautela. E o Snapchat? Você seria obrigado a dosar
também. O que você pode fazer?

Não fale com eles Amigos, se a as operadoras gastam dinheiro mantendo
centros de telemarketing, pagando salários e bônus pra toda aquela gente e ainda
investindo em coisas como treinamentos e palestras motivacionais, é porque
deve ser lucrativo para eles. Então, da próxima vez que você receber uma
ligação de alguma operadora (qualquer uma, vivo, claro, tim, etc.), não
ouça o que eles tem a dizer, não faça caso do produto que eles querem te
empurrar.

Se estiver sem tempo, desligue. Isso mesmo, desligue na cara, não se
envergonhe de ser indelicado. As operadoras não foram delicadas ao querer
limitar a sua internet. Se estiver com vontade, explique, polidamente mas
com firmeza, porque você não vai ouvir o que eles tem a te dizer e não tem
nada a dizer para eles. Não deixe a pessoa do outro lado falar, corte no
primeiro “mas”, deixe bem claro que você é inflexível neste aspecto.

Até quando? Até eles desistirem dos limites. E importantíssimo, não se
contente com pouco, não sejamos razoáveis: Oferecer alguns planos com
limites e outros sem não está bom! Oferecer “limites generosos” não está
bom! Só sem limites está bom. É tudo ou nada. E nós temos que deixar
extremamente claro que estamos contra eles. As operadoras não são suas amigas.

Um esclarecimento: É claro que eu não estou dizendo que você não pode ligar
para resolver problemas técnicos, ou problemas relativos a contas, pode e deve. O que eu quero dizer é para
você rejeitar automaticamente qualquer oferta comercial, ou seja,
telemarketing ativo. Nem ouça, na verdade.

Para isto funcionar, muita gente tem que aderir. Muita gente mesmo, quase
todo mundo. Divulgue, para os seus amigos, colegas de trabalho, parentes
próximos e distantes, para a manicure, o barbeiro, o garçom, a veterinária do seu cachorro… Todo mundo.
Tuiteiros, por favor, usem a hashtag #silencioasoperadoras.

Anúncios
Sem categoria
Imagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s