trivialidades

Pula Pirata

satander

Não posto há algum tempo, mas desta vez não é por nenhum problema pessoal ou coisa do tipo, não estou de férias do Computações Anômalas, na verdade, estou trabalhando num novo post especial, da série Qualia, que está sendo escrito com muito esmero, e quero fazer mais um pouco de pesquisa antes de concluí-lo.

Ah, mas quanto à polêmica do Queer Museum, da “exposição pornográfica” patrocinada pelo Santander, com apoio da Lei Rouanet… Só vou dizer duas coisas:

  1. O que eu vejo com a repercussão é um monte de pirata pulando do navio quando chega a vez deles entrarem no barril.
  2. Esse Queer Museum é fichinha perto de uma peça do Zé Celso. Pelo menos algumas das obras faziam sentido.

 

Anúncios
Padrão
gadgets, geek, Imagem e Vídeo

O Mínimo Que Você Precisa Saber Sobre HDTV

please_stand_by_by_gxmew

Como o título sugere, este guia que estou redigindo será breve (mais ou menos),  longe de ser um guia definitivo, de abranger todos os pormenores de como configurar uma TV para obter melhor qualidade de imagem; é escrito por um autodidata dedicado, não um engenheiro ou coisa que o valha. Mas pretendo te dar uma boa ideia de como escolher uma televisão e de como fazer uma configuração minimamente decente, bem melhor do que deixando no padrão de fábrica, e dar a ideia do que pesquisar se quiser se aprofundar mais. Minha TV, na qual faço todos os experimentos, é uma LCD da marca Samsung de 48″, 4k mas não HDR; mas as dicas que eu vou dar servem para todas as TVs LCD modernas, o que mais muda são os nomes, consulte o pai Google DuckDuckGo para mais detalhes sobre a sua marca e modelo. Este post é apenas sobre imagem, fico devendo a vocês um sobre som, assunto sobre o qual sei menos ainda.

TV é um termo anacrônico, que ficou por tradição mas não faz tanto sentido, uma vez que uma grande parte dos consumidores que compram o aparelho, especialmente os que escolhem modelos mais caros, não visam usá-lo principalmente para assistir Jornal Nacional nem Chaves, mas para ver filmes e séries em alta definição, jogar videogame, ou ligar no computador para usar como um monitor. Eu sou um caso grave de transtorno obsessivo-compulsivo  um geek e gosto de saber tirar o melhor proveito dos meus eletrônicos, pesquiso bastante, e especialmente no caso da televisão, cara ou barata, você perde muito deixando as configurações de fábrica. Você quer o famoso eyecandy, uma imagem de alta fidelidade, não escura nem com quaisquer artifícios, exatamente o que o produtor do conteúdo esperava que você visse, e que seja agradável aos seus olhos (ou devo dizer, ao seu córtex visual?). Então, permita-me explicar alguns detalhes. Primeiro, vamos ao guia de compras.

Continuar lendo

Padrão
ética, Educação, filosofia, Humano, Política, sociedade

Quem Gosta de Liberdade de Expressão?

9801708

Será que alguém gosta de verdade?

Vou começar com uma piada. Cretina, mas serve para ilustrar a  questão, eu prometo:

O pirata novato, em seu primeiro dia na tripulação, pergunta ao outro pirata: “Mas afinal, nós vamos ficar meses em alto-mar, sem nenhuma mulher por perto… Como vocês costumam fazer para aliviar a vontade sexual?” E o outro pirata responde “Ah, é só ir lá naquele barril e enfiar o seu pinto no buraquinho. Experimente, é uma delícia”. O pirata foi, e achou uma sensação deliciosa aquele buraquinho, sensacional, poderia aguentar a viagem numa boa daquele jeito. E foi ao barril novamente no dia seguinte, no outro, e no outro… Até que chegou segunda-feira, e ele acordou sendo carregado pelos outros piratas para o convés. “Ei, o que está acontecendo?” Pergunta o pirata novato. “Hoje é seu dia de ficar no barril”.

E o problema da liberdade de expressão? É que só se é a favor dela até chegar a vez de ficar no barril. É como democracia, no fundo ninguém gosta muito. O cristão, que vive reclamando da mordaça do politicamente correto, só aceita liberdade de expressão enquanto não diz nada desagradável sobre a religião dele, e de preferência que também não ofenda a moral e os bons costumes, porque afinal, liberdade de expressão tem limites, os limites deles. Para parecer razoável, até diz que as outras religiões também tem direito de se expressar. Nossa, quanta gentileza! E os ateus? Ah, tudo bem, contanto que se expressem entre si apenas. Inclusive, são cheios de protestos contra a doutrinação nas escolas, mas são cheios de querer meter a bíblia no meio das apostilas. Professor de biologia dar aula de criacionismo, aí sim é liberdade de expressão. Só que liberdade de expressão por conveniência não merece ser assim chamada. Se nunca é sua vez de ficar no barril, então você não é à favor dela.

Continuar lendo

Padrão
Aplicativos, Empresas, geek, internet, Segurança e Privacidade

Aviso aos Playstationzeiros: Ative verificação em duas etapas

psn

Três coisas que acontecem todo ano ou quase:

  • Greve dos correios no Brasil
  • Greve dos bancários no Brasil
  • PSN hackeada

E já chegou o hack do ano…Cortesia do mesmo pessoal que vazou os episódios de Game of Thrones. E você achando eles os caras mais legais do universo….

http://adrenaline.uol.com.br/2017/08/21/51399/playstation-e-hackeada-pelo-mesmo-grupo-que-atacou-hbo/

Se você quiser proteger a sua conta, isso não custa nada: Ative a verificação em duas etapas na sua conta da PSN. Como funciona? Simples, registre o seu número de celular na sua conta PSN e ative a verificação em duas etapas, e toda vez que você (ou alguém se passando por você) tentar entrar pela primeira vez num dispositivo com a conta, além da senha padrão, terá de informar uma senha descartável enviada para o seu celular por SMS. Infelizmente, a PSN não é compatível com Google Authenticator e outros aplicativos similares, só SMS, mas já é muito melhor que nada e fornece segurança caso a conta seja roubada por qualquer motivo, sem ter o seu celular, não dá pra acessar. Veja abaixo o link para configurar:

https://www.playstation.com/pt-br/account-security/2-step-verification/


Ver também:

Segurança em Celular e Autenticação em Duas Etapas

Padrão
filosofia, Humano, Sem categoria, sociedade

Explicando Alienação com Beakman (e Lester, o ludita)

t1larg-charlie-chaplin-modern-times-scene-gi

Os anos passam, e os marxistas continuam falando da tal alienação com o mesmo tom tenebroso com o qual os cristãos devotos falam de “pecado”. Geralmente remetendo-se ao filme Tempos Modernos de Chaplin como ilustração do suposto problema, o professor marxista lamenta como os trabalhadores das fábricas, ignorantes, passam o dia a fazer tarefas repetitivas para montar coisas que nem eles sabem o que são…

E não se espante se o tal professor (que aqui apelidarei de “Professor Mexerico”) falar deste assunto auxiliado por uma apresentação de PowerPoint projetada na lousa ou em uma tela com um datashow. Que coisa, não? Quanta tecnologia para criticar a especialização de tarefas que possibilita a tecnologia. Afinal, professor Mexerico, saberia o senhor montar, peça por peça, o computador e o projetor que usas para dar aula? Mesmo que se conforme com uma solução mais low-tech, você também provavelmente não saberia fabricar o giz, o apagador e a lousa,  acabaria colando as mãos enquanto tenta montar a madeira, e martelando o dedo também, e perderia tempo que poderia estar dedicando aos seus queridos livros de Marx e Foulcault….

Continuar lendo

Padrão

Para quem quiser uma análise bastante detalhada desta recente polêmica, recomendo este vídeo. Já escrevi bastante sobre estes assuntos em alguns posts, linkados abaixo, e não vou me aprofundar nesta polêmica específica. O que vou dizer apenas é que é abominável demitir uma pessoa por ela ter expressado sua opinião sincera no âmbito desta empresa, por ter feito uma crítica, ainda que possa haver equívocos em tal opinião, punir alguém por ter expressado uma opinião diferente ou mesmo uma opinião equivocada é um exemplo crasso de intolerância. Liberdade de expressão não é falar só o que a sua organização ou a sua sociedade julga adequado.


Preconceito Pode Ser Bom? E a Tolerância?

Feminismo – Três Lados da Moeda